Três tendências móveis importantes para as empresas em 2015

“Não somos mais uma sociedade onde os dispositivos móveis são primordiais, mas sim únicos”. Essa frase de Larry Page, CEO do Google, resume uma das maiores transformações sociais das últimas décadas, algo que mudou para sempre a nossa relação com a tecnologia, o nosso ambiente e as marcas. De acordo com a GSMA Intelligence, a quantidade de conexões móveis já superou a população mundial e o tráfego na Internet de dispositivos móveis chegou a 38% do nível global e continua aumentando. Em 2015, o consumo de conteúdo na Internet por meio de dispositivos móveis vai superar o de desktop na América Latina.

Em sintonia com essa realidade, identificamos três tendências móveis e de marketing digital que acreditamos serem oportunidades evidentes para as empresas e anunciantes. 

1. Serviços e aplicativos criados apenas para dispositivos móveis. A primeira geração de apps concentrou-se nos jogos, enquanto que a segunda geração tinha, como objetivo principal, a mobilização de serviços de comércio eletrônico, reservas e conteúdo. A terceira geração se caracteriza por considerar e aproveitar as capacidades exclusivas dos dispositivos móveis, como a geolocalização, câmera, pagamentos e etc. Um exemplo evidente são serviços como Uber e 99Taxis.

O usuário móvel exige cada vez mais uma melhor e mais inteligente experiência. Um bom exemplo são os varejistas nos EUA, como a Urban Outfitters, que usam a geolocalização para fornecer ofertas-relâmpago por meio do seu app enquanto os consumidores estão em suas lojas.

2. Programas de fidelidade e pagamentos por dispositivos móveis. Conforme um estudo da revista CMO, 80% dos benefícios futuros da sua empresa virão de 20% dos seus consumidores atuais e, de acordo com o Thomson Group, as empresas precisam investir 6 vezes mais para conseguir um novo cliente do que para vender ao que já é fiel à marca. Por isso, as estratégias móveis se tornaram a ferramenta ideal para as marcas oferecerem valor agregado e gerarem maior participação e preferência dos consumidores de uma determinada marca.

Embora os pagamentos por dispositivos móveis não sejam novidade, 2015 será o ano em que esse recurso terá um crescimento exponencial. Os consumidores estarão mais propensos a usar seus celulares para o pagamento de serviços e produtos. Nos EUA,, a Starbucks é um grande exemplo de empresa que possui vasta experiência nessa área, oferecendo comodidade nas transações por dispositivos móveis como parte essencial de seu programa de fidelidade.

3. Internet em tudo. Até o momento, apenas vimos alguns exemplos de aparelhos cotidianos "inteligentes" conectados à Internet para oferecer funções adicionais, porém, a previsão é de que neste ano vamos testemunhar a massificação dessa tecnologia. O primeiro passo foi dado. Atualmente, são várias as marcas produzindo relógios inteligentes como parte da tendência dos "wearables", ou seja, dispositivos móveis para usar como acessórios de vestuário. Esses dispositivos móveis vão servir como controle remoto para outros aparelhos inteligentes conectados à Internet, ajudando a consolidar essa tecnologia. Quase qualquer objeto de uso cotidiano pode vir a se tornar em um aparelho inteligente, desde o termostato de calefação até a cafeteira ou geladeira.

Tudo isso, unido ao mundo de multitelas em que vivemos, como computador, celular, tablet, TV inteligente, exige que as marcas se adaptem e aproveitem a grande quantidade de oportunidades criadas por esse universo multicanal. Portanto, a criação de estratégias digitais bem sucedidas vai depender principalmente da compreensão e mensuração do novo público permanentemente conectado à Internet. 

Essas são algumas dicas para que as marcas comecem a participar dessa revolução digital móvel: 

1. Certifique-se de que seu site oferece uma boa experiência em qualquer tipo de tela. Apps são cada vez mais importantes mas sites mobile também são. Muitas vezes, seus novos consumidores vão ter a primeira experiência com sua marca através de um site. Surpreenda e ofereça uma excelente experiência. Se sua empresa ainda não tem um site, tudo bem. Este é o momento ideal para criar um! Para isso, a constante inovação e experimentação são essenciais. Recomendamos consultar o nosso artigo (em inglês) sobre como criar sites móveis para o consumidor multitelas. 

2. Aproveite as tendências móveis para estimular a participação e fidelidade dos seus consumidores. Inclua serviços, conteúdos e ferramentas que permitam aos seus visitantes ter uma experiência personalizada, que os ajude a conhecer melhor a sua oferta e obter o serviço ou produto de que precisam. No nosso artigo “Made for Mobile: The Creative Shortlist” (em inglês) é possível encontrar uma lista de dicas que podem ser úteis para aproveitar as ofertas do mundo móvel, além de alguns exemplos de ideias bem sucedidas. 

3. Foco na experiência móvel. Várias marcas criam apps como o principal ponto de contato com o seu público por meio do celular ou tablet. Porém, acreditamos que é mais importante focar-se primeiro em oferecer uma boa experiência móvel a partir do seu site, para depois se aventurar no mundo dos aplicativos. Estudos recentes, como este realizado por Ipsos Media CT e Sterling Brands para a Google (em inglês), comprovam que cada vez mais os consumidores usam seus dispositivos móveis nas lojas para melhorar sua experiência comercial. Em outras palavras, além de usar os recursos de comércio eletrônico, também usam seus celulares e tablets para tomar decisões de compra conscientes, por exemplo: consultando a descrição detalhada de um produto, os comentários de outros consumidores, comparando preços, etc., na própria loja. Portanto, oferecer uma experiência móvel fácil de usar, rápida e segura pode tornar os dispositivos móveis dos seus consumidores, os melhores consultores de vendas para o seu negócio.

Seu público está lá fora e alcançá-lo agora é mais fácil do que nunca, em qualquer momento e local por meio das telas dos dispositivos móveis. Então, não perca mais tempo, este é o ano ideal para começar a reforçar a sua campanha digital móvel e estar presente nas telas dos celulares e tablets dos seus consumidores.

 

Fonte: Michel Sciama, head de Produtos e Solu��es Google para a Am�rica Latina - 28/04/2015

  • Google+
  • Google+
  • Facebook

MKTEAM Todos os direitos reservados. E-commerce - Comércio Eletrônico - Marketing
Rua Alvarenga, 718 Sala 21 - São Paulo - SP - CEP 05509-001 - Tel.: 11 3031-8788

Graac